Volkswagen lança banco digital para transportadoras e caminhoneiros

A Volkswagen Caminhões e Ônibus anunciou nesta quarta-feira (26) o lançamento de um banco digital voltado a transportadoras e caminhoneiros, complementando uma estratégia em que a montadora busca ampliar fidelidade de clientes e a base de dados que vem construindo sobre o setor nos últimos anos.

A montadora, que já oferece pacotes de serviços que incluem manutenção e gerenciamento de frotas, vai agora passar a prover via banco digital pagamentos de serviços consumidos por caminhoneiros no transporte de cargas, incluindo combustível, oficinas e lojas de conveniência.

O banco digital, chamado Trucker Pay, foi criado em parceria com o braço financeiro do grupo no país, a Volkswagen Financial Services, e com a empresa de tecnologia Somos Login.

“O mercado está indo muito mais para serviços. Não poderíamos ficar de fora desse novo negócio que é a solução financeira”, disse o presidente da Volkswagen Caminhões e Ônibus, Roberto Cortes, sem fazer previsões de base de clientes do Trucker Pay. Segundo ele, é a primeira vez que uma operação da holding Traton, controladora da VW Caminhões e Ônibus, lança um serviço de banco digital no mundo.

Logo da Volkswagen; divisão de caminhões e ônibus investe em banco digital para transportadoras e caminhoneiros – Aly Song – 18.abr.21/Reuters

A maior parte do mercado de fintechs e bancos digitais do país adotou uma estratégia de volume. Questionado sobre o foco restrito do Trucker Pay, Cortes afirmou que o objetivo é incentivar a fidelização e “cobrir todas as necessidades do ecossistema logístico”.

Atualmente, o Brasil tem cerca de 1,9 milhão de caminhoneiros, segundo dados citados pela VW Caminhões e Ônibus.

O presidente da Volkswagen Financial Services no Brasil, Rodrigo Capuruço, afirmou que empresa quer ampliar a atuação no transporte rodoviário do país.

“Assim, concedemos crédito logo na ponta às transportadoras, promovemos funding para um arranjo de pagamento aberto especializado no setor e fomentamos a liquidez nos atendimentos e vendas de serviços.”

De janeiro a abril, as vendas de caminhões novos no Brasil subiram quase 49% ante mesmo período do ano passado, para 35,8 mil unidades, segundo dados da associação de montadoras, Anfavea. No início do ano, a entidade estimou para 2021 um crescimento de 13% nas vendas de caminhões.

Segundo Cortes, o momento do setor ainda é de cautela, diante das incertezas que a pandemia e o vacilante processo de imunização do país, além da própria crise de fornecimento de chips, que tem atrapalhado a produção na cadeia automotiva.

“Que o mercado vai crescer este ano nós temos certeza. Há demanda deprimida, mas é muito cedo para dizer que a tendência do primeiro trimestre vai continuar no restante do ano, principalmente pela falta de semicondutores e pela própria pandemia”, disse Cortes.

Ele lembrou que a indústria nacional se viu obrigada a parar 4 a 10 dias no início de abril, como resultado de medidas mais severas de isolamento social impostas por autoridades municipais e estaduais, e o lockdown decretado recentemente na Argentina, principal mercado para as exportações de veículos do Brasil.

Fonte: 1.folha

Leia Mais:

vacina já - sisma-mt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *