Todos os detalhes sobre o novo smartphone da Xiaomi no Brasil

Todos os detalhes sobre o novo smartphone da Xiaomi no Brasil

Redmi Note 10 Pro: aparelho da Xiaomi tem 128 GB de memória e câmera de 108 megapixels (EXAME/Exame)

O Redmi Note 10 Pro é o smartphone que a fabricante chinesa Xiaomi lançará no Brasil na semana que vem. Com uma estratégia mais abrangente do que a de 2015, a companhia acelera seu ritmo de lançamentos desde o ano passado. Em parceria com a brasileira DL, a Xiaomi busca aumentar sua participação no mercado nacional, hoje liderado por Samsung e Motorola.

O novo Redmi Note 10 Pro é um aparelho com sistema operacional Android 11 que compete na categoria chamada de intermediária-avançada. Ou seja, não é tão simples quanto um celular de mil reais nem tão sofisticado quanto um de 8 mil.

O dispositivo conta com câmera traseira quádrupla, sendo que o sensor principal registra imagens com até 108 megapixels.

Com configuração de hardware robusta, o Redmi Note 10 Pro é um concorrente à altura do recém-lançado Moto G60. O dispositivo da Xiaomi é equipado com o processador octa-core Snapdragon 732G, da Qualcomm. O chip é voltado a oferta de um bom desempenho para tarefas do dia a dia, como navegar em apps de mensagens e redes sociais ou jogar games casuais. Entretanto, ele tem maior equilíbrio entre performance e eficiência de energia, o que permite ao aparelho ter duração de bateria para um dia de uso.

Confira, a seguir, os detalhes e testes do novo Redmi Note 10 Pro.

  • O aparelho tem um revestimento em vidro na parte traseira e o destaque do visual é a câmera quádrupla;
  • Sua tela Amoled tem 6,67 polegadas com resolução Full HD (1080 x 2400 pixels) e taxa de atualização de imagem de 120 Hz (que suaviza transições de imagens);
  • A fabricante optou por manter o conector para fones de ouvido convencionais, um item cada vez mais raro nos celulares;

Bateria

  • A bateria do smartphone tem capacidade de 5.020 mAh;
  • O carregador que vem na caixa com o Redmi Note 10 Pro é de 33W. Segundo o site GSM Arena, em 30 minutos carregando, a carga da bateria chegou a mais de 60%.

Configuração 

  • O smartphone tem memória de 128 GB e RAM de 6 GB;
  • O processador do aparelho é o Snapdragon 732G, enquanto o chip gráfico (GPU) é o Adreno 618.

Câmeras

  • O Redmi Note 10 tem câmera traseira principal de 108 megapixels, com abertura de f/1.9 e tecnologia dual pixel para registrar informações de luz de forma mais concentrada na imagem, visando fotografias mais nítidas e detalhadas. A câmera de 2 megapixels adicional entra em ação para recortar e desfocar o fundo de retratos;
  • A câmera de 8 megapixels com abertura de f/2.2 tem amplitude de 118 graus, ou seja, funciona como uma câmera de ação GoPro, ao registrar fotografias amplas e com muita luz em razão da abertura da lente;
  • A câmera de 5 megapixels do aparelho é macro, ou seja, foi feita para tirar fotos a distâncias de menos de 5 centímetros;
  • Em análise preliminar, o comportamento de todas as câmeras foi dentro do esperado para a categoria. A vantagem do software de câmera da Xiaomi, além de recursos simples de usar como o modo retrato, modo escuro e modo inteligência artificial, é a oferta de controles manuais para a foto até mesmo na câmera dianteira, que é de 16 megapixels com abertura de f/2.5 (ou seja, requer forte iluminação para funcionar bem).

Fonte: exame

Leia Mais:

vacina já - sisma-mt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *