Taxação de aposentados em MT fez receita do Estado crescer R$ 981 milhões em 2020

De 2019 para 2020, Estado de MT registrou um aumento total de R$ 4,2 bilhões em suas contas

Por: Alexandre Aprá/issoenoticia

A taxação de aposentados aprovada pela Reforma da Previdência em Mato Grosso fez a receita de contribuições do Estado crescer R$ 981,7 milhões de 2019 para 2020, um aumento de 22% de um ano para o outro.

Este é o apontamento do “Balanço Orçamentário Anual” do Governo do Estado, publicado no Diário Oficial em obediência a uma lei de transparência pública de 1964.

Segundo o documento, a nova alíquota da previdência foi o principal motivo do incremento da receita de contribuições.

Em 2019, o Estado de Mato Grosso havia arrecadado com contribuições R$ 4.386.120.693.36.

Já, em 2020, com a reforma da previdência aprovada instituindo nova alíquota, as receitas de contribuições registradas foram de R$ 5.367.868.905.14.

Auxílio federal e Lei Kandhir

Além da taxação dos aposentados, o Estado de Mato Grosso recebeu outros “extras” que lhe garantiram um aumento de R$ 4,2 bilhões em suas contas.

O auxílio emergencial do Governo Federal para a covid-19 representou a maior fatia desse valor. Foram R$  1,9 bilhão em recursos federais, bem como a aprovação da lei que garantiu a efetivação de repasses do FEX, a compensação pelas renúncias fiscais ocasionadas pela Lei Kandhir.

Apesar do perído da pandemia, a receita tributária (impostos) também aumentou R$ 1,1 bilhão neste ano.

Confira trecho do balanço orçamentário anual do Estado de MT:

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *