SISMA-MT: Ouvidoria Sindical e o dia dos Ouvidores

“Nós atendemos manifestações de solicitação de informações, reclamações, denúncias, elogios e sugestões. A ouvidoria não existe para punir, mas para acolher as pessoas e auxiliar a gestão, sinalizando o que precisa melhorar”, explicou a filiada e diretora do Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde do Estado de Mato Grosso (SISMA/MT), Edna Carvalho, que é Ouvidora Geral do SUS na Secretaria de Estado de Saúde do Estado (SES/MT).

Nesta terça-feira, dia 16 de março, comemora-se o Dia do Ouvidor, profissional  que representa os cidadãos e trabalhadores que utilizam os serviços públicos transformando suas manifestações em ferramentas da gestão.

A presidente do SISMA/MT, Carmen Machado parabeniza todos que atuam nessa missão brilhante de atendimento aos usuários e ainda destaca, “O ouvidor é de extrema importância em qualquer organização, com a missão de entender as demandas dos usuários e interagir com a gestão a fim de mitigar conflitos reais e potenciais, de forma ética, transparente, equilibrada e autônoma”, afirmou a presidente Carmen Machado.

Carmen Machado lembra que o SISMA/MT também possui Ouvidoria e o filiado pode utilizar este atendimento pelo telefone (65) 3661-5615, pelo celular e whatsapp (65) 99684-6057 ou e-mail: ouvidoria@sismamt.org.br .

Por: Assessoria de Imprensa/ SISMA/MT

Nota da redação:

A Ouvidoria Sindical do sisma é uma ouvidoria “c0-irmã” da Ouvidoria Geral do Conselho Estadual de saúde onde trabalham em um sistema de co-gestão no auxílio às demandas de saúde aos trabalhadores do SUS Estadual e possui atividades fins na defesa dos direitos dos trabalhadores, cujo espaço de acesso recebe denúncias, reclamações, solicitações e elogios com o objetivo de salvaguardar as atividades funcionais de seus filiados, buscando sempre o diálogo, atuação junto a área jurídica, quando necessário, para proporcionar ao trabalhador filiado melhores condições para execução de suas atividades na busca de uma ambiente laboral com melhores condições para atuação.

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *