Saúde pede aos municípios agilidade no registro de dados de vacinação

O Ministério da Saúde pede atenção aos gestores estaduais para que cobrem aos municípios mais celeridade nos registros de aplicação das doses da vacina contra a Covid-19. Até o momento, 67 municípios de 14 estados não enviaram à pasta nenhuma informação sobre vacinação na região.

O preenchimento das informações nos sistemas nacionais, além de possibilitar a análise de dados reais do país para distribuição de mais doses e auxílio aos municípios, avança o ritmo da vacinação nos grupos prioritários.

Segundo o levantamento semanal do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS) e das Secretarias Estaduais de Saúde, atualmente os sistemas têm 200 mil registros de aplicações das doses diariamente – um número muito baixo.

Para que o lançamento dos dados possa ser feito com rapidez, o Ministério da Saúde disponibilizou aos gestores de saúde o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) para registro das aplicações. Estados e municípios devem enviar os registros de doses aplicadas por meio deste sistema ou da plataforma de integração – no caso daqueles que optaram por não utilizar o sistema do Ministério da Saúde -, no prazo de 48 horas.   Todo o processo foi amplamente divulgado e acordado entre União, estados e municípios.“Entretanto grande parte dos 5,5 mil municípios estão atrasados nas informações”, ressaltou o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros.   O uso da tecnologia e transparência nas ações em prol da saúde pública, auxiliam os estados no enfrentamento da pandemia de Covid-19. Por meio dessas ferramentas, o Ministério da Saúde consegue dimensionar demandas e disponibilizar recursos, medicamentos, vacinas, EPIs, ventiladores pulmonares, entre outros insumos, com assertividade, aos estados e municípios.

Por meio da plataforma Localiza SUS, a população também pode acompanhar os recursos e insumos distribuídos a cada estado. VACINAÇÃO   O Ministério da Saúde já distribuiu mais de 20,1 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 para os estados, sendo 16,1 milhões da vacina Coronovac (Instituto Butantan) e 4 milhões do imunizante da AztraZeneca/Oxford, importadas da Índia. Deste total, estados e municípios já conseguiram aplicar 10,7 milhões de doses dos imunizantes.    Já foram destinadas doses para imunizar 11,5 milhões de pessoas dos grupos prioritário convocados até o momento, como pessoas acima de 60 anos institucionalizadas, pessoas acima de 18 anos com deficiência institucionalizadas, idosos de 75 anos ou mais, além dos povos indígenas aldeados e profissionais da saúde.

Crédito: Prefeitura de Primavera do Leste

Leia Também:  Mato Grosso registra 269.155 casos e 6.222 óbitos por Covid-19

Fonte: momentomt

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *