Rio registra primeiro caso de raiva em cão desde 1995

Rio registra primeiro caso de raiva em cão desde 1995

A- A+

Resumindo a Notícia

  • Primeiro caso de raiva em 26 anos é registrado no Rio.
  • Cachorro foi atendido em Duque de Caxias, mas não resistiu.
  • Animal teria sido mordido por morcego no final de março.
  • Vacinação antirrábica vai ser oferecida na zona norte do Rio no dia 15.

Cachorro morre infectado por raiva em Duque de Caxias; Rio confirma diagnóstico

Agência Brasil

Um caso de raiva em cachorro foi registrado no Rio depois de 26 anos. No último dia 6 de maio, o cão veio à óbito depois de ser atendido no município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O animal foi encaminhado para o Laboratório Municipal de Saúde Pública, na capital, onde foi confirmado diagnóstico.

Segundo o médico veterinário que atendeu o pet, o animal teve contato direto com um morcego no dia 26 de março e não sofreu qualquer tipo de agressão pela tutora ou aos profissionais de saúde envolvidos no caso.

Desde 1995, cães e gatos não haviam sido diagnósticados com a doença na cidade do Rio. Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que o Ivisa-Rio (Instituto Municipal de Vigilância Sanitária, Controle de Zoonoses e Agropecuária) notificou a Secretaria de Estado de Saúde e o Sinan (Sistema de Informação de Agravo de Notificação).

Além disso, a amostra coletada foi encaminhada ao Instituto Pasteur, da Fiocruz, para determinação da variante viral. A Secretaria disse ainda que Ivisa-Rio realizará a vacinação antirrábica perifocal nos bairros vizinhos ao município de Duque de Caxias, nos dias 15 e 22 maio. No próximo sábado (15), serão imunizados os animais de Parada de Lucas, Vigário Geral e Jardim América, na zona norte do Rio.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Fonte: noticias.r7

Leia Mais:

vacina já - sisma-mt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *