Queiroga vai depor mais uma vez, diz presidente da CPI da Covid

Queiroga vai depor mais uma vez, diz presidente da CPI da Covid

Senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI da Covid. Foto: Reprodução/Senado Federal

A primeira semana da CPI da Covid foi considerada positiva pelo presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM), que acredita que as próximas oitivas irão ajudar a identificar os motivos de tantas mortes no país e da escassez de vacinas.

“Nós montamos um programa de trabalho de que nós iríamos fazer a cronologia da chegada do vírus no Brasil. Então, os primeiros a depor seriam o ex-ministro (Luiz Henrique) Mandetta e o ex-ministro (Nelson) Teich. Houve a interrupção por causa do ex-ministro (Eduardo) Pazuello, que teve contato com duas pessoas que estavam com covid-19 — recebemos o comunicado do Comando do Exército”, diz Aziz, em entrevista ao jornal Correio Braziliense.

Aziz também criticou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que deixou de responder a perguntas sobre a defesa do presidente Jair Bolsonaro ao uso da cloroquina.  “Está patente que ele é contra, mas, para não magoar o presidente, ele não fala”, salienta Aziz, em entrevista ao jornal Correio Braziliense, ressaltando que Queiroga “dificilmente não será reconvocado” para depor.

Queiroga também deve ser chamado para falar sobre a manutenção da secretária de Gestão do Trabalho, Mayra Pinheiro (chamada de “Capitã Cloroquina”) no cargo. Em depoimento ao Ministério Público Federal do Amazonas, Mayra assumiu que recomendou a médicos amazonenses que usassem hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19 durante a gestão do ex-ministro Eduardo Pazuello.

Sobre o plano do governo Bolsonaro em promover a “imunidade de rebanho”, Aziz diz que muita gente acabou morrendo no país por conta disso. “Acho que nós temos um caminho tortuoso a perseguir, dentro da CPI, e sair com uma proposta que possa prevenir não apenas esta geração, mas, também, as outras gerações de outras pandemias”.

Fonte: jornalggn

Leia Mais:

vacina já - sisma-mt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *