QUALQUER PROPOSTA QUE MANTÉM CONFISCO ABAIXO DO TETO DO INSS É REMENDO E NÃO CORRIGE INJUSTIÇA CONTRA APOSENTADOS

A Assembleia Legislativa precisa fazer justiça aos servidores aposentados e pensionistas de Mato Grosso e corrigir o erro que cometeu quando aprovou o confisco de 14%, no início do ano passado. Nós temos que retomar a isenção até o valor do teto do INSS, mesmo que o governador insista em continuar confiscando a maioria das aposentadorias e pensões.
Qualquer proposta que mantenha a taxação abaixo do teto é um remendo que não corrige a injustiça. São idosos que trabalharam a vida inteira e agora estão sofrendo com a perda de remuneração, agravada pela inflação dos alimentos, remédios e planos de saúde.

E faço outro alerta: o governador propõe também retirar direitos dos aposentados e pensionistas com doenças graves. Hoje a lei dá isenção a todos que têm doença incapacitante até o valor de dois tetos do INSS. A cobrança que está sendo feita desde janeiro é ilegal e a nova proposta quer apenas legalizar a retirada de direitos. Não podemos permitir que isso aconteça!

Ontem houve uma reunião no colégio de líderes da Assembleia e eu fiz esses dois alertas aos deputados. E vamos continuar tensionando para garantir que os direitos dos aposentados e pensionistas sejam recuperados.

Deputado Lúdio Cabral em Vídeo no Facebook

🚩 Assista o vídeo:
https://www.facebook.com/watch/?v=786051605680885

Por: Assessoria Lúdio Cabral/Facebook/Foto: Angelo Varela / ALMT

Leia Mais:

vacina já - sisma-mt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *