Quadrilha é investigada por comandar tráfico na fronteira de MT; líder é preso no RJ

Polícia Federal

 Grupo seria dono de 330 quilos de cocaína apreendidos pelo Gefron em Barra do Bugres

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (17.03) a Segunda Fase da Operação Margens Plácidas para prender membros de uma organização criminosa especializada no tráfico de drogas a partir da fronteira do Mato Grosso com a Bolívia.

Segundo a PF, foram cumpridos cinco mandados de busca em Cuiabá, Tangará da Serra, Sinop e São Paulo. O suposto líder quadrilha foi preso no Rio de Janeiro.

A polícia informou que as investigações tiveram início a partir de informações de que um indivíduo estaria utilizando documento de identidade falso para gerir empresa cuja conta bancária servia para movimentar valores em proveito do tráfico. O documento utilizado seria de um “laranja” e a empresa serviria para ocultar a identidade dos verdadeiros perpetradores do crime.

“Outros suspeitos atuariam na manutenção da estrutura usada para dissimular a origem dos valores auferidos com a prática do delito, figurando como sócios ou proprietários de empresas de fachada e usufruindo dos valores obtidos de forma ilegal”, diz trecho da nota.

Ainda segundo a PF, nas investigações foi possível constatar que o líder do grupo teria sido o articulador do transporte de 330 quilos de cocaína apreendidos pelo Gefron em 19 de outubro do ano passado em Barra do Bugres – na época apenas o motorista foi preso.  

Fonte: vgnoticias

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *