Prefeito de Cuiabá recorre ao Supremo contra decisão do desembargador Perri

Reprodução/Facebook

Prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), anunciou que vai recorrer ao STF contra decisão do desembargador Orlando Perri

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), anunciou que ingressará com recurso junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão do desembargador Orlando Perri, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), que suspendeu o decreto do município com as medidas de combate ao Covid 19. Além disso, ele destacou que o decreto do Governo vai falir empresas.

“Esse recurso, eu não entro por mim. Entro em homenagem ao setor produtivo e aos trabalhadores. Se eu ficar 2, 3, 4 meses em home office, em lockdown, o meu salário vai cair na conta. Esse recurso é por quem precisa trabalhar, precisa produzir”, disse ele.

Emanuel não poupou criticas ao governador Mauro Mendes (DEM), e disse que ele, como empresário não pensa nos empresários. “Incrível que de líder não tem nada, e que diz que era empresário, não sei se era mesmo, porque se fosse empresário, estaria entendendo a dor dos seus colegas empresários e mais ainda, estaria entendendo a dor dos trabalhadores”, destacou em live.

E ainda reforçou que decreto de Mendes vai gerar falência de empresas. “Além de gerar caos econômico, gera o maior caos social que é o desemprego”, comentou.

Para o prefeito, o decreto em questão é mais flexível ao editado pelo Governo do Estado, na última segunda-feira (1), pois prevê toque de recolher às 23 horas e ainda prevê o funcionamento de diversos setores da economia após as 19h00.

“Um exemplo é o fechamento dos mercados às 19h. A tendência é lotar os mercados. A população trabalha até às 18h00 e vai correndo no mesmo horário aos supermercados, lembrando que aos finais de semana os estabelecimentos funcionarão num período ainda menor, das 8h00 às 12h00”, destacou.

Fonte: vgnoticias

Leia Mais:

Flávio Dino, FHC e Lula fortalecem tese do radical de centro para 2022

Desembargador que fechou comércio noturno de Cuiabá recebeu R$ 330 mil no contracheque de dezembro

Prefeitura realiza obra emergencial de reparo de erosão na avenida Andorinha em Rondonópolis

Litro da gasolina chega a R$ 5,29 em postos de combustíveis de Cuiabá

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *