Na Índia, infecção causada por fungos é detectada em pacientes de covid-19

Na Índia, infecção causada por fungos é detectada em pacientes de covid-19

O primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, alertou, nesta 6ª feira (21.mai.2021) para um “novo desafio” no enfrentamento da pandemia. Médicos do país identificaram uma infecção causada por fungos em pacientes sendo tratados para a covid-19. As informações são ANI (Asian News International).

“Em nossa luta contínua contra o COVID-19, um novo desafio do ‘fungo negro’ surgiu. Devemos nos concentrar na precaução e na preparação para lidar com isso“, disse Modi. Ele participou de uma reunião com trabalhadores de saúde na linha de frente.

“Fungo negro” é como a infecção está sendo chamada. A mucormicose – nome correto da doença – causa o escurecimento da pele, principalmente na área do nariz. Outros sintomas que acompanham a mudança de coloração são: visão turva ou dupla, dor na região do peito, dificuldade para respirar e tosse com sangue.

Essa infecção fúngica, segundo o AIIMS (Instituto de Ciência Médica de Toda a Índia), tem como base o uso de esteroides no tratamento da covid-19. A diabetes descontrolada também pode fazer com que a doença ocorra.

“O uso de esteróides tornou-se mais frequente nesta onda da covid-19 e esteróides administrados, quando não indicados em estágio leve ou inicial da doença, podem causar uma infecção secundária“, disse Randeep Guleria, o diretor da AIIMS, à ANI. “Aqueles que recebem altas doses de esteróides quando não indicados podem levar a níveis elevados de açúcar no sangue e uma alta chance de mucormicose“, completou.

Na 5ª feira (20.mai.2021), segundo a agência de notícias Al Jazeera, o governo indiano enviou um alerta a todo o país de que a infecção fúngica é uma “doença notificável“. Com isso, os governos estaduais precisam identificar e rastrear todos os casos.

A doença pode prejudicar não apenas o nariz, como o ouvido e a garganta, segundo a autoridade de saúde indiana. Cirurgiões foram alertados para um possível aumento de pacientes.

Os casos de infecção fúngica ocorrem em um momento frágil da saúde pública da Índia. A nova onda da covid-19 atingiu com força o país. Além disso, uma nova variante do coronavírus, que potencialmente é mais transmissível, circula entre a população.

Até a 5ª feira (20.mai) eram 25,8 milhões de casos e 287.122 mortes por covid-19 registrados, segundo o Our World in Data.

Continuar lendo

Fonte: poder360

Leia Mais:

vacina já - sisma-mt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *