Município explica a suspensão da vacinação de segunda dose para idosos

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) explica que precisou suspender nesta quarta-feira (28) a vacinação da segunda dose da vacina coronavac para os idosos em função da falta de doses. Nesta última remessa, Rondonópolis recebeu apenas 790 doses da coronavac que foram totalmente utilizadas para aplicação da segunda dose dos idosos.

O problema da falta de doses da coronavac é nacional e não local. O próprio Ministério da Saúde havia emitido orientação aos municípios para que utilizassem todas as doses da coronavac disponíveis em primeira dose, garantindo o envio das segundas doses nos prazos. Porém isso não ocorreu e a nova orientação do Ministério da Saúde é que os idosos poderão tomar a segunda dose mesmo após o prazo de 28 dias, e que isso não acarretará prejuízos na imunização.

A SMS retomará a vacinação da segunda dose em idosos que tomaram a vacina coronavac assim que receber novas doses.  Na segunda-feira (19/4), o principal fabricante do fármaco contra a covid-19, o Instituto Butantan, informou ao Ministério da Saúde que o próximo repasse estaria previsto em 13 dias.

Fonte: portalmt

Leia Mais:

vacina já - sisma-mt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *