Ministério aponta escolas como ‘elevado risco de exposição ao vírus’ e autoriza vacinação para educação

Ministério aponta escolas como ‘elevado risco de exposição ao vírus’ e autoriza vacinação para educação

Reprodução

 Saúde também autorizou imunização da população geral por idade

O Ministério da Saúde publicou nesta sexta-feira (28.05) nota técnica definindo ordem de prioridade para vacinação dos trabalhadores da Educação, assim como autorizou a vacinação de pessoas fora dos grupos prioritários, com idades entre 18 e 59 anos. Veja no final da matéria como ficou a ordem de vacinação.

De acordo com a nota técnica, o Ministério argumentou, que muitos Estados e municípios vêm relatando pouca demanda em alguns grupos do plano, e que assim ficou decidido, em uma reunião de quinta-feira (27.05), que a vacinação dos trabalhadores de Educação poderia ser antecipada.

“A justificativa para a antecipação da vacinação deste grupo diz respeito aos importantes impactos sociais ocasionados pela covid-19 na educação infantil com a necessidade de volta às aulas presenciais. Estes impactos seguramente estão sendo mais importantes justamente nos grupos sociais menos favorecidos”, diz extraído da nota.

O documento apontou ainda que o ambiente escolar traz “elevado risco de exposição a vírus respiratórios aos trabalhadores da educação”.

Na definição da ordem de vacinação consta que professores de creches e pré-escolas deverão ser os primeiros da fila, e os da educação superior serão os últimos.

Já as pessoas que estão atualmente fora dos grupos prioritários com idade entre 18 e 59 anos, a vacinação deverá ocorrer em ordem decrescente de idade, ou seja, primeiro as mais velhas.

Confira ordem de vacinação da Educação

Creches Pré-escolas

Ensino fundamental

Ensino médio

Ensino profissionalizante

Educação de jovens e adultos (EJA)

Ensino superior

Fonte: vgnoticias

Leia Mais:

vacina já - sisma-mt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *