Jornalistas “defendem traficantes” porque usam cocaína, diz Sérgio Camargo

Jornalistas “defendem traficantes” porque usam cocaína, diz Sérgio Camargo

O presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Camargo, disse nesta 2ª feira (10.maio.2021) que “parcela significativa dos jornalistas é usuária de cocaína” e que ,por isso, a classe seria “defensora” de traficantes. A declaração foi feita no Twitter dele e fazia referência a uma publicação feita pelo jornal Folha de S. Paulo.

Na reportagem, o veículo noticiou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que as 28 pessoas mortas durante a operação policial na favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, eram “traficantes que roubam, matam e destroem famílias”.

Segundo Sérgio Camargo, a defesa “ferrenha e incondicional” que o jornal faz de traficantes é explicada porque parcela dos jornalistas é usuária de drogas.

“Trabalhei quase trinta anos em algumas das maiores redações de São Paulo. Parcela significativa dos jornalistas é usuária de cocaína. A defesa ferrenha e incondicional que fazem de traficantes pouco ou nada tem a ver com o interesse público. Se é que me entendem…”, escreveu no Twitter.

Sérgio Camargo diz que “parcela significativa de jornalistas é usuária de cocaína” Twitter/Reprodução – (10.mai.2021)

Desde a deflagração da operação Exceptis pela Polícia Civil do Rio de Janeiro,  personalidades ligadas a Bolsonaro têm defendido as ações da polícia nas redes sociais. O governador do Rio de Janeiro Cláudio Castro também se manifestou em favor dos agentes. A defesa foi feita em vídeo divulgado nessa 6ª feira (7.mai.2021). De acordo com Castro, a operação foi planejada e cumpria mandados de prisão.

Continuar lendo

Fonte: poder360

Leia Mais:

vacina já - sisma-mt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *