Interrupções no ensino prejudicam “cruelmente” 222 milhões de crianças

Fundo Global para Educação das Nações Unidas lança “relatório chocante” indicando que o número de menores em idade escolar impactados por crises e conflitos passou de 75 milhões em 2016 para 222 milhões; secretário-geral António Guterres faz apelo a governos, empresas e fundações para apoiarem esta causa.

Interrupções no ensino prejudicam “cruelmente” 222 milhões de crianças
Fundo Global para Educação das Nações Unidas lança “relatório chocante” indicando que o número de menores em idade escolar impactados por crises e conflitos passou de 75 milhões em 2016 para 222 milhões; secretário-geral António Guterres faz apelo a governos, empresas e fundações para apoiarem esta causa.