Impeachment de Bolsonaro tem apoio de 53,6% da população

O presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto

Impeachment de Bolsonaro, neste domingo (24), nova pesquisa divulgada pelo Atlas Intel mostrou que mais da metade da população brasileira já apoia o impeachment do presidente Jair Bolsonaro . De acordo com o levantamento, cerca de 53,6% dos entrevistados se disseram favoráveis à abertura do processo, 41,5 foram contrários e outros 4,9 não souberam responder.

A pesquisa, realizada via internet entre os dias 20 e 24 de janeiro com 3.073 pessoas e que tem margem de erro de 2 ponto percentuais para mais ou para menos, mostrou que o patamar atingido é semelhante ao registrado no início da pandemia, quando Bolsonaro era alvo de protestos frequentes, e fica atrás apenas do índice registrado no último mês de maio, quando atingiu 58% após a saída de Sergio Moro do governo.

Impeachment de Bolsonaro

Você viu?

Pesquisa Impeachment Bolsonaro
Reprodução 
Pesquisa Impeachment Bolsonaro

O apoio ao processo, segundo o levantamento, foi maior entre os apoiadores de Fernando Haddad nas eleições presidencias de 2018 (87%), entre ateus e agnósticos (73%), na região Nordeste (62%), entre as mulheres (64%), com quem tem ensino superior (61%) e idade entre 16 e 24 anos (65%). Além destes, o presidente também perdeu força na parcela mais rica da população: entre os entrevistados que disseram ter renda acima de R$ 10 mil, os favoráveis ao impeachment foram 63%.

Por outro lado, os três “pilares” de Bolsonaro seguem sendo os mais pobres, homens e evangélicos . Enquanto mais de 60% das entrevistadas se dizem favoráveis ao processo, 51% dos homens se posicionaram contrários. Nos outros dois grupos, evangélicos atingiram 61% de rejeição ao impeachment, maior fatia entre todos os grupos participantes, enquanto quem disse ter renda entre R$ 2 mil e R$ 3 mil somou 47%.

Motivos para o impeachment Bolsonaro
Reprodução/Atlas

Motivos para o impeachment Bolsonaro

Questionados sobre os argumentos que poderiam culminar na queda de Bolsonaro , 57% se disseram favoráveis ao impeachment por conta do favorecimento a filhos e familiares, 55% citaram o incentivo ao desmatamento ilegal, 54% pela sabotagem ao combate da Covid-19, 51% pela subversão do papel das Forças Armadas, 51% pela má gestão econômica e outros 50% ainda pelas interferências na Polícia Federal.

Leia Mais:

Advogados evangélicos avançam por pauta de costumes e STF

 

Fonte: IG Nacional

POR JOSÉ CARLOS GARCIA/Foto: Sergio Lima / divulgação – seubairrohoje

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *