Felipe Neto é intimado por chamar Bolsonaro de ‘genocida’ no Twitter

O youtuber Felipe Neto foi intimado ontem (15) pela Polícia Civil do Rio de Janeiro a comparecer à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, para depor em uma investigação de suposto “crime contra a segurança nacional”. O youtuber usou a sua conta no Twitter para exibir a intimação, e afirmar que a denúncia ocorreu por ele ter chamado o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de “genocida” em um tweet.

Através de uma nota à imprensa, a Polícia Civil afirmou que Felipe foi intimado depois que o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos – RJ), filho do presidente da República, protocolou uma petição denunciando o suposto crime contra a segurança nacional. O vereador já havia anunciado nas redes sociais, na semana passada, que tinha aberto uma notícia-crime contra o youtuber.

Novidades do TecMundo

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *