Ex-presidente da Bolívia Jeanine Áñez é presa, e acusa governo

Ex-presidente foi encontrada escondida em box de colchão.| Foto: Reprodução CNN

A ex-presidente interina da Bolívia Jeanine Áñez foi presa na madrugada deste sábado (13). Ela foi encontrada escondida dentro de uma cama box em sua residência. Jeanine disse pelo Twitter que estava sendo vítima de um “ato de abuso e perseguição do governo do MAS [Movimento ao Socialismo, o partido do atual presidente Luis Arce, aliado do ex-presidente Evo Morales]”. “O MAS decidiu voltar ao estilo das ditaduras”, disse a ex-presidente, que governou a Bolívia após renúncia de Evo Morales em meio a uma crise política.

Jeanine Áñez foi presa por determinação do Ministério Público boliviano por “sedição e terrorismo” durante a crise que levou à renúncia de Evo Morales. A prisão ocorre ao mesmo tempo em que o MAS pressiona a Justiça para julgar o que considera ter sido um golpe de Estado contra Evo Morales.

A ex-presidente, também pelo Twitter, se manifestou sobre as acusações: “É a prática ‘socialista’, mentem sem ruborizar-se, reescrevem histórias para justificar abusos”. Outros opositores do então presidente também estão sendo acusados.

Fonte: gazetadopovo

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *