Deputados permanecem em três blocos e governador Mauro Mendes mantém maioria

Além da votação do auxílio emergencial de 45 milhões que o governo do Estado vai pagar para 100 mil famílias carentes, a sessão extraordinária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, realizada esta semana, serviu para a formalização dos blocos parlamentares com poucas mudanças em relação ao ano passado. A Casa continua dividida em três blocos, com maioria favorável ao governador Mauro Mendes (DEM).

As mudanças ocorreram todas no bloco Resistência Democrática. A deputada Janaína Riva deixou a liderança em favor de Allan Kardec e o deputado Elizeu Nascimento (PSL) migrou para o bloco Unidos. O deputado Gilberto Cattani (PSL), que tomou posse ontem, por enquanto segue como independente.

O maior bloco ainda é o Assembleia Forte, que tem a maioria governista. É formado por Dilmar Dal Bosco (DEM) – que além da liderança do bloco é líder do governo -Carlos Avalone (PSDB), Doutor João (MDB), Xuxu Dal Molin (PSC), Doutor Gimenez (PV), Nininho (PSD), Paulo Araújo (PP),, Eduardo Botelho (DEM), Sebastião Rezende (PSC), Thiago Silva (MDB), Ulysses Moraes (PSL) e Wilson Santos (PSDB).

Além de Kardec e Janaína, o bloco Resistência Democrática é composto por João Batista (PROS), Delegado Claudinei (PSL), Lúdio Cabral (PT) e Valdir Barranco (PT). O grupo se denomina “independente”, mas tem governistas e opositores

O bloco Unidos, agora com Elizeu Nascimento, tem Doutor Eugênio (PSB) na liderança, além de ser formado por Valmir Moretto (Republicanos), Faissal (PV), Max Russi (PSB). A maioria dos parlamentares também vota com o governo.

A divisão dos deputados em blocos parlamentares serve para as indicações dos nomes que vão compor as comissões permanentes da Assembleia. Também cria maior representatividade de bancada e unidade em votações.

Só Notícias/Marco Stamm (foto: Angelo Varela/assessoria)

Fonte: sonoticias

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *