Como estudar 2 horas por dia nas férias pode salvar sua vaga

O 8 ou 80 não ajuda nos estudos. É possível estudar por poucas horas e conseguir evoluir nos conteúdos mesmo nas férias

Como estudar 2 horas por dia nas férias pode salvar sua vaga
Sabe aqueles assuntos que você batalhou para aprender? Estudar poucas horas nas férias ajuda a manter tudo fresco na memória. Além disso, você evolui na matéria mais importante e descansa sem culpa. Então se você quer relaxar nas férias mas sem deixar os estudos de lado, esse texto é pra você. Vem comigo! O que priorizar e por que priorizar A saga de estudar pouco e render muito começa entendendo onde alocar seu tempo. Afinal de contas, o que estou propondo aqui não é um milagre, já que seria praticamente impossível estudar todos os conteúdos, de todas as disciplinas, em apenas duas horas.  Então o que priorizar? A resposta é simples: aquela disciplina que tem mais chance de aumentar sua nota no Enem. Olha só esse gráfico, que representa na horizontal o número de acertos na prova e, na vertical, a nota obtida pelo candidato em cada uma das áreas do conhecimento no exame em 2019: –Susane Ribeiro/Reprodução É melhor aumentar acertos em português, matemática, ciências da natureza ou ciências humanas?  Saltar de 15 para 25 acertos aumentaria sua nota em aproximadamente 193 pontos em matemática, 139 em naturezas, 126 em humanas e em 100 pontos em linguagens. Ou seja, melhor estudar mais matemática. Ah, uma última observação: se você já conhece o Enem de outros carnavais deve saber que o TRI (Teoria de Resposta ao Item) também desempenha um papel importante na engenharia da sua nota no exame. Neste texto você pode entender mais a fundo como funciona esse método de correção, mas por agora basta saber que ele valoriza mais a nota dos candidatos que acertam questões fáceis e erram as difíceis do que o contrário – quando isso acontece, o sistema considera que o estudante “chutou” aquela alternativa.  Com isso em mente, você já sabe que não só deve priorizar os estudos de matemática nas férias, já que é a disciplina que mais aumenta sua nota, como também os conteúdos mais elementares, pois errar questões “fáceis” no Enem pode baixar bastante sua média. Neste texto aqui do GUIA DO ESTUDANTE, você confere a lista do assuntos de matemática que mais caem no Enem e que podem te dar uma força extra na hora de se organizar.  Continua após a publicidade Como organizar o tempo – ou colocando a mão na massa Com isso em mãos, podemos passar para a organização do tempo. Considerando que você se propôs a estudar duas horas por dia durante as férias, 75% deste tempo vai ser dedicado aos estudos de matemática – ou seja, 1h30.  Os outros 30 minutos serão dedicados à revisão de conteúdos das outras disciplinas que você já estudou, por meio de listas de exercícios. Veja o exemplo de organização dos estudos nas férias abaixo. Nele alocamos a maior importância para matemática, que é a matéria que mais contribui para a nota global depois de redação e é a que faz entrar ou passar longe da vaga na faculdade.  –Susane Ribeiro/Reprodução –Susane Ribeiro/Reprodução Uma outra possibilidade é também utilizar simulados na hora de estudar matemática, resolvendo, por exemplo, provas antigas dessa disciplina no Enem. Neste caso, você dedicaria 1h30 todos os dias à resolução de provas de matemática, e os outros 30 minutos para revisão de conteúdos de outras disciplinas, resolvendo listas de exercícios.  –Susane Ribeiro/Reprodução ”Feito é melhor que perfeito” também pode ser o lema deste método de estudo nas férias que vai ajudar a evoluir nos conteúdos e manter tudo na memória. Se gostou do texto, aproveita e conta para os seus amigos como você vai estudar só 2 horas por dia nas férias e ainda assim conquistar uma vaga com a nota do Enem. Susane Ribeiro passou em engenharia aeronáutica no ITA, em medicina na USP e na Unicamp e inventou o método sniper de aprendizagem. Ela tem um canal no YouTube onde dá dicas para estudar melhor e manter a motivação. Continua após a publicidade