CNN corta laços com freelancer que fez comentários antissemitas

CNN corta laços com freelancer que fez comentários antissemitas

Imagem ilustrativa. CNN informou que cortou laços com o jornalista freelancer Adeel Raja| Foto: Reprodução/Flickr/Bruno PinheiroOuça este conteúdo

A rede de TV norte-americana CNN cortou laços com um de seus jornalistas colaboradores que afirmou em uma rede social que “o mundo precisa de um novo Hitler”. O comentário antissemita mais recente de Adeel Raja foi feito no Twitter, no domingo (16), no contexto dos ataques aéreos de Israel na Faixa de Gaza. A publicação foi apagada logo em seguida, depois de ter gerado grande repercussão.

Usuários da rede social descobriram comentários antissemitas semelhantes no perfil do jornalista, baseado no Paquistão, inclusive um em que ele disse estar torcendo pela Alemanha na final da Copa do Mundo de 2014, porque “Hitler era alemão e ele deu aos judeus o que eles mereciam”. Em um comentário ao jornal Washington Examiner, a CNN informou que não vai mais contratar o trabalho do jornalista e salientou que Raja nunca foi empregado da empresa.

“Adeel Raja nunca foi funcionário da CNN. Como freelancer, suas reportagens contribuíram para alguns esforços de coleta de notícias em Islamabad”, disse o porta-voz da CNN, Matt Dornic, ao Examiner. “No entanto, à luz dessas declarações abomináveis, ele não trabalhará com a CNN novamente em qualquer posição”. A reportagem mais recente assinada pelo jornalista no site da CNN é de setembro de 2020.

Fonte: gazetadopovo

Leia Mais:

vacina já - sisma-mt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *