‘Assédio sexual e moral no ambiente de trabalho’ tema abordado pelo ERSBG

A diretoria do Escritório Regional de Saúde de Barra do Garças (ERSBG) com apoio do Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde (SISMA-MT), realizou nesta quarta-feira, dia 03, uma palestra de conscientização com o tema ‘Assédio sexual e moral no ambiente de trabalho’. Mais de 40 profissionais da saúde participaram do evento. O assédio é pauta […]

‘Assédio sexual e moral no ambiente de trabalho’ tema abordado pelo ERSBG
A diretoria do Escritório Regional de Saúde de Barra do Garças (ERSBG) com apoio do Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde (SISMA-MT), realizou nesta quarta-feira, dia 03, uma palestra de conscientização com o tema ‘Assédio sexual e moral no ambiente de trabalho’. Mais de 40 profissionais da saúde participaram do evento. O assédio é pauta recorrente nas relações entre servidores e gestores e a ação foi realizada com o intuito de tentar evitar tais práticas, além de reforçar que o assédio é uma conduta nociva e deve ser evitada, fiscalizada e punida. “A palestra foi muito interessante, achamos a abordagem muito oportuna. Pudemos compreender o que de fato caracteriza o assédio moral, sexual e as demais concepções. Ao falarem e exemplificarem sobre a conduta tanto por parte do assediado, como do assediador o entendimento do assunto ficou mais claro”, disse a Assistente Administrativo de Atenção à Saúde do Escritório, Marcia Cristina Rauber que complementou sugerindo que “poderiam ser feito outras palestras como essa, abordando, por exemplo, o estatuto do servidor para sabermos que além de direitos, temos deveres. Dessa forma, a gente consegue estar eu um ambiente de trabalho melhor”, concluiu. Foram responsáveis pela elaboração da campanha, o diretor do Escritório Regional, Franco Danny Manciolli de Oliveira e a coordenadora do Escritório, Debora Suzana Ramos de Moraes Armando, em parceria com a Ordem dos Advogados de Barra do Garças (OAB/BG) que disponibilizou uma advogada para explicar melhor o tema. “Que momento precioso. A abordagem desse tema foi muito importante. Sugiro ao Sindicato que faça essa ação em outras unidades do Estado. Com certeza será de grande valia”, disse um o diretor do Sisma, Plínio Marcos Barbosa. Pensando na importância de promover a integração, sensibilização e participação dos trabalhadores, o Sindicato apoia ações como essa e aceita as sugestões propostas. “Estou muito feliz com o resultado dessa campanha e afirmo que o SISMA é contra os mais diversos tipos de assédio nos ambientes laborais. Portanto, toda e qualquer ação que vise inibir tais atitudes, será muito bem-vinda e apoiada pelo nosso sindicato”, ressaltou a presidente do SISMA, Carmen Machado.