Advogado Junior Mendonça e a absolvição do assassino do Village

Advogado Junior Mendonça e a absolvição do assassino do Village

O advogado Junior Mendonça, conseguiu o que poucos acreditavam a absolvição na Justiça do vigilante Bruno de Lima Pereira; assassino confesso da porteira Renecleia Aparecida Bispo, em setembro de 2019, no condomínio Village do Cerrado, em Rondonópolis.

O juiz Wagner Plaza Machado Junior; sentenciou dessa forma.

“Pelo exposto, ABSOLVO Bruno de Lima Pereira com fulcro no artigo 415, IV e parágrafo único do CPP c/c art. 26 do Código Penal. Determino a imposição do mesmo a tratamento ambulatorial, nos termos do artigo 96, II, do Código Penal, devendo ser realizado um acompanhamento pelo CAPS, emitindo-se relatórios trimestrais a fim de que sejam juntados aos autos”.

Em suma Junior Mendonça que e vereador (PT), parece que segue os passos de outro criminalista William Dias, que faleceu em 2014; também foi vereador em Rondonópolis, nos anos 80 e depois deputado estadual. Considerado na época um dos melhores advogados criminalista ficou conhecido como Advogado do Diabo, sempre com grandes atuações no Tribunal do Júri.

Mendonça por sua vez; defendeu bruno com a tese de que o réu não tem condições mentais para responder pelo crime.

“O réu é inteiramente incapaz de se determinar de acordo com esse entendimento”, eis que sofre de “transtornos mentais especificados devidos a uma lesão e disfunção cerebral e a uma doença física, classificado no CID 10.”, afirmou a defesa.

Para a defesa e para ajustiça; o vigilante é considerado incapaz de ser punido; para a sociedade é mais um caso que gera insegurança; temor e uma série de incertezas.

 O Crime Bárbaro

No dia 24 de setembro de 2019; Bruno de Lima Pereira assassinou a tiros com um revólver 38 sua colega de trabalho; Renicléia Aparecida Bispo, 41 anos.

O motivo seria uma discussão, anterior. Bruno após o crime fugiu; sendo presos dois dias depois voltando para casa a pé. Depois de permanecer escondido em uma mata na zona rural do município.

REDAÇÃO

Fonte: marretaurgente  

Leia Mais:

vacina já - sisma-mt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *