2° Companhia da PM de Proteção Ambiental de Rondonópolis – Se Liga Cidadão

O coronel e comandante geral da Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT), Jonildo José de Assis, anunciou que a 2ª Companhia da Polícia Militar de Proteção Ambiental, localizada em Rondonópolis, terá independência administrativa no próximo ano. Essa demanda vem ao encontro da indicação de n.° 4.735/2020 do deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) que apontou a necessidade de transformar essa unidade em uma Companhia Independente.

“Tive a oportunidade de visitar a instituição, em outubro deste ano, em que conheci a atuação e os trabalhos desenvolvidos. Essa unidade atende muitos municípios pertencentes as regiões sul e sudeste de Mato Grosso, um total de 25 cidades que abrangem os biomas Cerrado e Pantanal. Com isso, avaliei que seria interessante ter essa autonomia quanto a questão administrativa”, destaca o parlamentar.

Leia Mais: PANTANAL : Ministério Público encaminha TAC à Sema MT – Se Liga Cidadão

Tramitação – A expectativa é que a tramitação desta demanda se concretize, em fevereiro, explica Assis, que acrescenta que a unidade terá ligação direta ao Comando Especializado de Cuiabá. “É uma tramitação positiva que acontece agora. Na verdade, continuará a mesma coisa, só a parte administrativa que agora, em vez de ser uma companhia de batalhão, ela será uma companhia com independência administrativa ligado ao comando regional”, esclarece o comandante-geral.

Efetivo – A 2° Companhia pertence ao Batalhão de Polícia de Proteção Ambiental (BPMPA) do Comando Especializado, em que foi construída com o apoio do Ministério Público Estadual por meio de recursos de transações penais. Atualmente, a instituição necessita de aumento de efetivo, sendo que conta com 32 servidores. “Em relação ao efetivo, a previsão seria aumentar, mas por agora, não tem como aumentar, devido à necessidade de concursos. Mas, já fica a prioridade de ter mais pessoal para atender essa Companhia”, frisa coronel Assis.

“Essa situação de falta de efetivo é uma questão que atinge várias instituições de segurança pública de Mato Grosso. Estamos deparando com isso e, claro, buscando articular com o governo estadual para chegarmos a soluções. Tanto que apresentei uma emenda aditiva para a LOA (Lei Orçamentária Anual) de 2021, em fase de avaliação e aprovação, para o lançamento de editais para concursos públicos para atender a polícia militar”, explica Claudinei.

Companhia – A instituição conta com importantes parcerias, como Ministério Público Estadual, secretarias municipais e estaduais, Juizado Volante Ambiental de Rondonópolis e sociedade civil organizada. Também, atende regiões de fronteiras nos estados de Goiás e Mato Grosso do Sul. Dentre os municípios atendidos pela unidade, estão Paranatinga, distritos de Santiago do Norte e Gaúcha do Norte, Planalto da Serra, Primavera do Leste, Jaciara, Campo Verde e Dom Aquino.

 

Fonte: minutomt

 

Se Liga Cidadão!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *